Sábado, 04 de Dezembro de 2021
33°

Pancada de chuva

Rondonópolis - MT

Geral Nosso trânsito

É assustadora a escalada de violência no trânsito de nossa cidade. Os acidentes se multiplicam e todos, no sentido literal da palavra

Uma outra frente seria a fiscalização eletrônica, que já existiu num passado recente em Rondonópolis e no devido tempo surtiu os seus resultados, não só diminuindo a ocorrência de acidentes

05/11/2021 às 13h39
Por: Raul Site Félix
Compartilhe:
É assustadora a escalada de violência no trânsito de nossa cidade. Os acidentes se multiplicam e todos, no sentido literal da palavra

É assustadora a escalada de violência no trânsito de nossa cidade. Os acidentes se multiplicam e todos, no sentido literal da palavra, assistem assustados e sem uma reação ao triste espetáculo, que causa prejuízos de diversas naturezas, mutila e mata nossos concidadãos, não nos restando outra opção que não redobrar os cuidados quando pilotamos ou dirigimos e torcer para que os demais condutores façam parecido. Dizemos que assistimos sem reação porque não há nenhuma ação no horizonte imediato que possa levar à redução desse grande número de acidentes, sequer ações midiáticas de educação para o trânsito.

Causados principalmente pela imprudência de condutores dos veículos desatentos e irresponsáveis, que nos últimos tempos se sentem liberados para fazer tudo que quer no trânsito, pois não há fiscalização, nenhum tipo de repressão contra esses mal motoristas e motociclistas. A cidade hoje é uma verdadeira terra de ninguém na questão do trânsito, com os órgãos de segurança desarticulados e sem poder desenvolver nenhuma ação de prevenção, pois não há sequer um local apropriado para a guarda de veículos apreendidos em blitzes e ações do tipo.

Uma outra frente seria a fiscalização eletrônica, que já existiu num passado recente em Rondonópolis e no devido tempo surtiu os seus resultados, não só diminuindo a ocorrência de acidentes, como também educando os condutores, que aos poucos começaram a agir com mais educação no trânsito, respeitando faixas de pedestres e demonstrando o mínimo de respeito pelas normas.

Já há a discussão para trazer de volta o sistema eletrônico, que como tudo que existe no mundo real, tem opositores, mas isso ainda está em fase de elaboração de editais para futura licitação, o que leva alguns meses e, sendo bastante otimista, pode ser que até meados do ano que vem tenhamos novos radares e lombadas eletrônicas instaladas nos pontos de maior ocorrência de acidentes na cidade. Até lá, estamos entregues à própria sorte e a mercê da falta de juízo de muitos condutores, só nos restando realmente como alternativa o cuidado redobrado na hora de dirigir e pilotar. Afinal, precaução e canja de galinha não fazem mal a ninguém.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.