Banner Tropical
Banner Record
DISSONÂNCIA NO PSL

Cidinho: “Ulysses será deputado de um mandato se não se reorganizar”

Novo membro do PSL diz que irá conversar com deputado, que reafirmou oposição à Gestão Mendes

Raul Felix

Raul FelixSite de notícias de Rondonópolis e Mato Grosso - Jornalismo Online | Diretor Raul Félix Site.

16/06/2021 09h47
Por: Raul Site Félix
Fonte: https://www.midianews.com.br

O ex-senador Cidinho Santos, novo membro do PSL, disse acreditar que o deputado Ulysses Moraes (PSL) não consiga um novo mandato se não se "reorganizar" enquanto parlamentar de oposição. Ele afirmou que o colega de sigla é "mal orientado".

 

Cidinho disse que tentará se reunir com Ulysses para “reorientá-lo”, após o parlamentar declarar que se manterá como "ferrenho opositor" do governador Mauro Mendes (DEM), independente da aproximação do partido à base do Governo.

 

“Conheço o Ulysses há muito tempo, já fui jovem e militante político na idade dele. Acredito que ele esteja mal orientado. Ulysses tem bons princípios, boas ideias...”, disse Cidinho em entrevista à Rádio Capital FM, nesta terça-feira (15).

Thank you for watching

 

 

MidiaNews

Cidinho 16-08-2018

O ex-senador Cidinho Santos, que se filiou ao PSL recentemente

“Pretendo ter uma conversa com ele de irmão mais velho para irmão mais novo, tentando redirecioná-lo, reorientá-lo, até pela carreira política dele. Ele tem futuro na política. Ele será um deputado de um mandato apenas se não se reorganizar internamente, com a forma de trabalho dele", acrescentou.

 

O PSL conta com quatro cadeiras na Assembleia Legislativa e o posicionamento desafiador de Ulysses de ir contra a decisão tomada pelo partido, de apoio ao Governo, tem gerado críticas internas.

 

O deputado, inclusive, teria sugerido a possibilidade de sair candidato ao Palácio Paiaguás em 2022 pelo partido.

 

Cidinho afirmou não ver problema alguma em críticas pontuais de Ulysses à atual gestão, mas afirmou que as falas não devem ser direcionadas para o campo pessoal.

 

“Não tenho preocupação com críticas construtivas ao Governo. É salutar. Mas não levar para o lado pessoal do governador, da família do governador, de um secretário de Estado”, afirmou.

 

“Acho que isso não faz bem para ele, nem para quem está sendo atingido”, completou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.