Banner Record
Banner Tropical
OPERAÇÃO CRIPTONITA

PF cumpre 31 mandados contra traficantes em MT e mais 4 estados

As investigações tiveram início em 2019; grupo enviava drogas da Bolívia para o Espírito Santo

Raul Felix

Raul FelixSite de notícias de Rondonópolis e Mato Grosso - Jornalismo Online | Diretor Raul Félix Site.

28/04/2021 13h12Atualizado há 3 semanas
Por: Raul Site Félix
Fonte: https://www.midianews.com.br

A Polícia Federal deflagrou nesta manhã (28) a Operação Criptonita, para desarticular esquema criminoso de envio de drogas da Bolívia para o Espírito Santo.

 

Ao todo, 31 mandados judiciais foram cumpridos, sendo 11 de prisão preventiva e 20 de busca e apreensão, todos expedidos pela Justiça Federal de Rondônia. 

 

Os mandados estão sendo cumpridos em Mato Grosso e outros quatro estados: Rondônia, Bahia, Espírito Santo e Paraná.

 

As investigações começaram em fevereiro de 2019, com a finalidade de identificar a participação dos integrantes da organização criminosa, sediada na região de Ariquemes (RO). 

  

Durante as investigações, os policiais constataram que os traficantes recebiam cocaína de fornecedores bolivianos e a transportavam para o Espírito Santo escondida em caminhões e automóveis.

 

Já o outro núcleo da quadrilha, sediado no Espírito Santo, do mesmo modo adquiria maconha do Paraguai utilizando rodovias do Paraná.

 

A PF diz que foi foi possível frustrar quatro remessas de droga, entre cloridrato de cocaína e maconha.

 

Foram apreendidas em flagrante cerca de uma tonelada de substâncias ilícitas, nas cidades de Rosário Oeste, Vilhena (RO), Cachoeiro do Itapemirim (ES) e Mimoso do Sul (ES).

  

Os presos, após serem ouvidos nas sedes da Polícia Federal, serão encaminhados para presídios estaduais, onde responderão pelos crimes de tráfico internacional de drogas, associação para o tráfico e lavagem de dinheiro. Suas penas somadas podem chegar a 35 anos de prisão.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.