Banner Tropical
Banner Record
DURANTE A PANDEMIA

Lúdio pede prorrogação de auxílio para trabalhadores da saúde

Auxílio foi encerrado em dezembro de 2020; petista quer que Governo estenda até dezembro de 2021

Raul Site Félix

Raul Site Félixwww.jornalmt.com.br | www.anoiteafora.com.br é um portal sobre notícias e entretenimentos. O empreendimento surgiu de uma ideia do diretor (Raul Félix) no ano de 2010, de se fazer um portal sobre notícias, entretenimento, cultura, Enquetes, Política, Educação, Esportes, Polícia, festas, shows e eventos.

04/02/2021 14h08Atualizado há 4 semanas
Por: Raul Site Félix
Fonte: https://www.midianews.com.br

O deputado estadual Lúdio Cabral (PT) requereu a prorrogação do auxílio concedido aos trabalhadores da saúde que estão na linha de frente do combate à pandemia de covid-19 em Mato Grosso, inclusive os que atuam em regime de plantão.

 

O auxílio se encerrou em dezembro de 2020 e Lúdio apresentou requerimento nesta semana para que o governador envie novo projeto de lei estendendo o pagamento até 31 de dezembro de 2021.

 

“A lei aprovada no ano passado foi prorrogada até dezembro, mas perdeu a vigência. E os trabalhadores continuam vivendo o mesmo drama nas unidades de saúde que atendem covid-19 em Mato Grosso. O requerimento é para que o governador prorrogue o auxílio até o fim deste ano, porque sabemos que conviveremos nessa tempestade por muito tempo ainda”, disse Lúdio. 

 

Como médico sanitarista, Lúdio tem monitorado a evolução da covid-19 em Mato Grosso e semanalmente faz projeções dos possíveis cenários futuros.

 

Com a segunda onda de contágios e a vacinação da população avançando em ritmo muito lento, a pandemia deve se prolongar por todo o ano de 2021. Lúdio citou ainda o surgimento de novas variantes do vírus, com maior transmissibilidade, e que podem ser mais agressivos.

 

Na votação do projeto original, em julho de 2020, o deputado havia proposto um substitutivo e duas emendas para tornar o auxílio mais justo, de modo que todos os trabalhadores da linha de frente da saúde ganhassem o valor de R$ 1,1 mil. A proposta de mudança, porém, foi reprovada em plenário.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.