Banner Tropical
Banner Record
EM FLAGRANTE

Policial penal é preso ao entrar com celulares na Cadeia Feminina

Parte dos aparelhos tinha como destino a Cadeia Feminina e outra parte iria para a Mata Grande

Raul Felix

Raul Felixjornal Mt | A noite afora é um portal de notícias e entretenimentos. A ideia surgiu do diretor (Raul Félix) de se fazer um portal sobre notícias, entretenimento, Enquetes, Política, Educação, Esportes, Polícia, Saúde, shows, eventos.

18/01/2021 21h17
Por: Raul Site Félix
Fonte: Agora MT Denilson Paredes
O policial penal foi preso ao tentar entrar com vários celulares na Cadeia Feminina – Foto Varlei Cordova/AgoraMT
O policial penal foi preso ao tentar entrar com vários celulares na Cadeia Feminina – Foto Varlei Cordova/AgoraMT

Um policial penal foi preso no final da manhã dessa segunda-feira (18), por volta de 10h40, com dois celulares, carregadores e fones de ouvido dentro da Cadeia Feminina, que fica anexa a Penitenciária da Mata Grande. O policial penal confessou que entregaria os aparelhos para uma reeducanda que faz parte de uma facção criminosa e no carro do mesmo foram localizados outros aparelhos.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência do caso, A.A.S., de 39 anos, foi preso em flagrante dentro da Cadeia Feminina portando dois celulares, quatro carregadores e dois fones de ouvido, todos embalados em um saco plástico dentro de sua bolsa, caracterizando que se tratava de material para ser entregue a alguma interna.

No interior da bolsa do policial penal, que abriu a própria bolsa para ser revistada pelos seus colegas, foi encontrado R$ 1.800 em dinheiro e, assim que foi realizada uma revista no veículo do suspeito, foram encontrados mais sete aparelhos celulares, dois carregadores e vários fones de ouvido.

Embaixo do veículo, foram encontrados mais cinco celulares, um carregador e vários fones de ouvido.

Aos demais policiais penais, o suspeito contou que entregaria parte dos aparelhos na Cadeia Feminina e outra parte na Mata Grande. Ele contou ainda que os aparelhos eram deixados debaixo do seu veículo nos dias em que estava de plantão e ele voltava depois para o interior de seu local de trabalho já com aparelhos, para depois entregá-los aos destinatários.

O aparelho celular do policial penal foi recolhido e passará por perícia, para que seja esclarecida o seu vínculo com a facção criminosa que atua dentro e fora dos presídios.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.