Banner Tropical
Banner Record
Prevenção

O vereador eleito Ozeas Reis participou hoje na manhã (19) do Pit-Stop, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) para a conscientização da Dengue e Leishmaniose.

Esclarecendo sobre a importância do combate a Dengue e Leishmaniose, ressaltando que com o período chuvoso há aumento dos criadouros podendo assim haver mais mosquitos e há também o aumento das principais doenças transmitidas pelo mosquito No período chuvoso

Raul Site Félix

Raul Site Félixwww.jornalmt.com.br | www.anoiteafora.com.br é um portal sobre notícias e entretenimentos. O empreendimento surgiu de uma ideia do diretor (Raul Félix) no ano de 2010, de se fazer um portal sobre notícias, entretenimento, cultura, Enquetes, Política, Educação, Esportes, Polícia, festas, shows e eventos.

19/12/2020 14h48Atualizado há 1 mês
Por: Raul Site Félix
Fonte: www.jornalmt.com.br | www.anoiteafora.com.br
Foto: Reprodução de marketing digital.
Foto: Reprodução de marketing digital.

Foi realizado hoje (19) pela manhã um Pit-Stop, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) Rondonópolis-MT na a proximidade da praça dos carreiros para a conscientização da Dengue e Leishmaniose.

Os Pit Stops foram simultâneos com panfletagem no centro da cidade com a participação do vereador eleito Ozeas Reis do (PP) juntamente com os agentes de saúde que fizeram a entrega  panfletos e orientando os motoristas no combate ao criadouro do mosquito com intuito de esclarecer e conscientizar quanto à necessidade da participação comunitária na prevenção e controle da doença.

Muito se tem falado sobre a importância do combate a Dengue e Leishmaniose, ressaltando que com o período chuvoso há aumento dos criadouros podendo assim haver mais mosquitos e há também o aumento das principais doenças transmitidas pelo mosquito No período chuvoso, considerado sazonal, pela alta proliferação do mosquito transmissor da dengue.

Além das visitas domiciliares realizadas diariamente pelos agentes de endemias, os moradores são orientados a procurar uma unidade de saúde, caso venham a sentir os primeiros sintomas, facilitando assim o diagnóstico precoce da doença.

A dengue e a Leishmaniose um dos principais problemas de saúde pública no mundo. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que entre 50 a 100 milhões de pessoas se infectem anualmente com a dengue em mais de 100 países de todos os continentes, exceto a Europa. Cerca de 550 mil doentes necessitam de hospitalização e 20 mil morrem em consequência da dengue. Embora pareça pouco agressiva, a doença pode evoluir para a dengue hemorrágica e a síndrome do choque da dengue, caracterizadas por sangramento e queda de pressão arterial, o que eleva o risco de morte.

Evite o acúmulo de água

O mosquito coloca seus ovos em água limpa, mas não necessariamente potável. Por isso é importante jogar fora pneus velhos, virar garrafas com a boca para baixo e, caso o quintal seja propenso à formação de poças, realizar a drenagem do terreno. Também é necessário lavar a vasilha de água do bicho de estimação regularmente e manter fechadas tampas de caixas d'água e cisternas.

Coloque tela nas janelas

Colocar telas em portas e janelas ajuda a proteger sua família contra o mosquito da dengue. O problema é quando o criadouro está localizado dentro da residência. Nesse caso, a estratégia não será bem sucedida. Por isso, não se esqueça de que a eliminação dos focos da doença é a maneira mais eficaz de proteção.

Coloque areia nos vasos de plantas

O uso de pratos nos vasos de plantas pode gerar acúmulo de água. Há três alternativas: eliminar esse prato, lavá-lo regularmente ou colocar areia. A areia conserva a umidade e ao mesmo tempo evita que e o prato se torne um criadouro de mosquitos.

Seja consciente com seu lixo

Não despeje lixo em valas, valetas, margens de córregos e riachos. Assim você garante que eles ficarão desobstruídos, evitando acúmulo e até mesmo enchentes. Em casa, deixe as latas de lixo sempre bem tampadas. Coloque desinfetante nos ralos pequenos de cozinhas e banheiros raramente tornam-se foco de dengue devido ao constante uso de produtos químicos, como xampu, sabão e água sanitária. Entretanto, alguns ralos são rasos e conservam água estagnada em seu interior. Nesse caso, o ideal é que ele seja fechado com uma tela ou que seja higienizado com desinfetante regularmente.

Limpe as calhas

Grandes reservatórios, como caixas d'água, são os criadouros mais produtivos de dengue, mas as larvas do mosquito podem ser encontradas em pequenas quantidades de água também. Para evitar até essas pequenas poças, calhas e canos devem ser checados todos os meses, pois um leve entupimento pode criar reservatórios ideais para o desenvolvimento do Aedes aegypti.

Piscinas e aquários

Piscinas pode se tornar foco de dengue - por isso, a atenção deve ser redobrada com a limpeza em épocas de surto. Já no caso dos aquários, peixes são grandes predadores de formas aquáticas de mosquitos.

Uso de inseticidas e larvicidas

Tanto os larvicidas quanto os inseticidas distribuídos aos estados e municípios pela Secretaria de Vigilância em Saúde têm eficácia comprovada, sendo preconizados por um grupo de especialistas da Organização Mundial da Saúde.

Os larvicidas servem para matar as larvas do mosquito da dengue. São aqueles produtos em pó, ou granulado, que o agente de combate a dengue coloca nos ralos, caixas d'água, enfim, nos lugares onde há água parada que não pode ser eliminada.

Clique e confira abaixo as fotos desta Campanha.

  • O vereador eleito Ozeas Reis participou hoje na manhã (19) do Pit-Stop, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) para a conscientização da Dengue e Leishmaniose.
  • O vereador eleito Ozeas Reis participou hoje na manhã (19) do Pit-Stop, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) para a conscientização da Dengue e Leishmaniose.
  • O vereador eleito Ozeas Reis participou hoje na manhã (19) do Pit-Stop, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) para a conscientização da Dengue e Leishmaniose.
  • O vereador eleito Ozeas Reis participou hoje na manhã (19) do Pit-Stop, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) para a conscientização da Dengue e Leishmaniose.
  • O vereador eleito Ozeas Reis participou hoje na manhã (19) do Pit-Stop, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) para a conscientização da Dengue e Leishmaniose.
  • O vereador eleito Ozeas Reis participou hoje na manhã (19) do Pit-Stop, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) para a conscientização da Dengue e Leishmaniose.
  • O vereador eleito Ozeas Reis participou hoje na manhã (19) do Pit-Stop, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) para a conscientização da Dengue e Leishmaniose.
  • O vereador eleito Ozeas Reis participou hoje na manhã (19) do Pit-Stop, por meio da Secretaria Municipal de Saúde e Unidade de Vigilância em Zoonoses (UVZ) para a conscientização da Dengue e Leishmaniose.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Rondonópolis - MT
Atualizado às 12h39
31°
Muitas nuvens Máxima: 33° - Mínima: 22°
33°

Sensação

9.9 km/h

Vento

49.6%

Umidade

Fonte: Climatempo
Malay Hotel
Vieira
Adsense Sessão Política inexa
inexa 2
Liga gas roo 01
Municípios
Banner Sessão Esportes
Últimas notícias
Banner Sessão Entretenimento
Mais lidas
Banner lateral interna posição 4
Liga Gas Roo
Adsense lateral interna posição 5