Prefeitura Rondonópolis
Liga Gás topo
Campanha
USO DE RECURSOS

“O Emanuel, com todo respeito, é um malandro de carteirinha”

Governador voltou a criticar prefeito por conta de destinação de R$ 41 milhões para a Covid-19

Raul Felix Site

Raul Felix Sitejornal Mt | A noite afora é um portal de notícias e entretenimentos. A idéia surgiu do diretor (Raul Félix) de se fazer um portal sobre notícias, entretenimento, cultura, Enquetes, Política, Educação, Economia, Esportes, Polícia, Saúde, shows, bares, casas noturnas, restaurantes e eventos.

11/06/2020 13h34
Por: Raul Site Félix

Victor Ostetti/MidiaNews

O governador Mauro Mendes, que chamou o prefeito Emanuel Pinheiro de malandro

DOUGLAS TRIELLI
DA REDAÇÃO

O governador Mauro Mendes (DEM) voltou a criticar o prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) por conta da destinação de R$ 41 milhões para o tratamento de pacientes da Covid-19.

 

Em entrevista ao Programa Opinião, na última quarta-feira (10), classificou o prefeito como “malandro de carteirinha” e disse que não sabe o destino do recurso já que, segundo ele, não houve a abertura de nenhum leito de UTI (Unidade de terapia intensiva) na Capital.

 

“Essa questão de Cuiabá nos chateia muito, porque sou cuiabano, vivo aqui e fui prefeito. Cuiabá tem contrato com o Ministério da Saúde e com Governo do Estado para ser gestora plena. Então, tem vários hospitais que estão sob administração da Prefeitura. E um desses hospitais, que era a Santa Casa, foi fechado. A Prefeitura não administrou direito”, afirmou.

 

 

O prefeito, com todo respeito, é um malandro de carteirinha. Ele fala muito, mas não trabalha

“E nesse período de pandemia e isso me deixa muito irritado, tem muita conversa fiada. O prefeito, com todo respeito, é um malandro de carteirinha. Esse Emanuel Pinheiro... Ele fala muito, mas não trabalha. Recebeu R$ 41 milhões até esses dias do Ministério da Saúde para a Covid e não abriu um leito novo de UTI em Cuiabá”, acrescentou.

 

Na entrevista, Mendes ironizou os argumentos do prefeito, que classificou como politicagem as acusações dele sobre o uso de recursos recebidos do Ministério da Saúde.

 

O governador citou, ainda, denúncias que circulam sobre falta de insumos no novo Pronto-Socorro da Capital.

 

Mendes se disse preocupado, mas ressaltou que está “fazendo sua parte”, com a abertura de leitos em todo o Estado.

 

“E fica com essa conversa fiada de que é política, fala para lá, fala para cá. Joga palavras ao vento. Quero saber, prefeito, cadê os leitos de UTI? O que o senhor fez com R$ 41 milhões para a Covid? Onde o senhor aplicou esse dinheiro?”, questionou.

 

”E isso, como cidadão, nos deixa extremamente preocupado, porque nossa população não merece isso no momento de pandemia. Um prefeito que fica com malandragem, mentindo, e sabe-se lá fazendo o que com esse dinheiro que chegou do Ministério para atuar no coronavírus”, completou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Rondonópolis - MT
Atualizado às 06h07
23°
Muitas nuvens Máxima: 35° - Mínima: 23°
23°

Sensação

18 km/h

Vento

49.6%

Umidade

Fonte: Climatempo
Achocolatado
Adsense Sessão Política
Liga gas roo 01
Vieira
inexa 2
Municípios
Banner Sessão Esportes
Últimas notícias
Banner Sessão Entretenimento
Mais lidas
Liga Gas Roo
Banner lateral interna posição 4
Adsense lateral interna posição 5